Saltar para a informação do produto
1 de 1

Educação, Sociedade & Culturas Nº10

Educação, Sociedade & Culturas Nº10

Paulo Freire, o amigo, o revolucionário, o pensador

Stephen R. Stoer (dir.)

PVP
Preço normal €10,91 EUR
Preço normal €12,12 EUR Preço de saldo €10,91 EUR
PROMOÇÃO 10% ESGOTADO

"(…) um número que reúna testemunhos e análises críticas do significado e implicações do seu trabalho [de Paulo Freire] em diferentes vertentes, (…) que constitua um ponto de partida para outros trabalhos, poderá já aproximar-se de ser um projecto mais coerente com o que significou a sua vida e obra. (…)" .

Artigos

  • Licínio L. Lima 
    "Mudando a cara da escola: Paulo Feire e a governação democrática da escola pública"
  • Peter McLaren 
    "A pedagogia da possibilidade de Paulo Freire"
  • Raúl Iturra 
    "Pedagogia do oprimido – As minhas memórias de Paulo Freire"
  • Alípio Casali 
    "Paulo Freire: O educador na História"
  • Moacir Gadotti 
    "Lições de Freire"
  • Raymond Allen Morrow & Carlos Alberto Torres 
    "Jürgen Habermas, Paulo Freire e a pedagogia crítica: Novas orientações para a educação comparada"

Diálogos sobre o vivido

  • João Pedro Serafim 
    "Um olhar sobre Paulo Freire"
  • António Cardoso Ferreira 
    "O contributo de Paulo Freire nas partes coloridas do filme da minha vida"
  • Francisco Gutiérrez 
    "A dimensão humana de Paulo Freire"
  • António Nóvoa 
    "Notas sobre um regresso adiado"

Arquivo

  • Carta de Paulo Freire a Raúl Iturra

Recensões

  • "Pedagogia do oprimido. Pedagogia da esperança: Um reencontro com a pedagogia do oprimido" - Paulo Freire
    por Orlando B. de Souza & Ney Cristina Oliveira
  • "A educação na cidade. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa" - Paulo Freire 
    por Paula Guimarães
  • Bibliografia da obra de Paulo Freire

Ano de edição: 1998

Páginas: 208

Coleção: Educação, Sociedade & Culturas

Dimensões: 17 x 24 cm

Encadernação: Brochado

ISSN: 0872-7643

Ver detalhes completos

Stephen R. Stoer

Stephen R. Stoer, de origem anglo-americana, fixou-se em Portugal, após o 25 de Abril de 1974, adotando, então, a sua terceira nacionalidade (portuguesa). Foi peça-chave na criação da primeira licenciatura em Ciências da Educação em Portugal na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, de que foi Professor Catedrático. Fundador do Centro de Investigação e Intervenção Educativa (CIIE) e também fundador e diretor da revista Educação, Sociedade & Culturas (1994-2003), enquanto investigador, continua a ser referência internacional na área da sociologia, das políticas educativas e grande impulsionador na consolidação da Sociologia da Educação em Portugal. Carlos Aberto Torres, em 2007, escreveu: "Steve Stoer foi um dos melhores sociólogos da educação do mundo, ponto final. Penso que não há outra maneira de caracterizar a sua presença, produtividade e imaginação sociológica em Portugal, na União Europeia e no mundo". Em 2005, foi condecorado com a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública e, a título póstumo, em 2007, foi homenageado como Figura Eminente da Universidade do Porto.

Da mesma coleção